CONJUNTIVITE

CONJUNTIVITE
Acordou com os olhos ardendo, queixando-se de coceira e de dor ao
olhar para a luz? Cuidado! É provável que você seja mais uma vítima
dessa doença. Saiba o que fazer para se recuperar rapidamente.

A conjuntivite é a inflamação da conjuntiva ocular e pode ser de 3 tipos:

Alérgica – ocorre predominantemente na primavera e verão, estando normalmente relacionada ao pólen e dispersantes no ar (mofo, produtos de beleza, poeira entre outros). A conjuntivite alérgica caracteriza-se por ser bilateral, com pouca produção de secreção e não ser transmissível.
O tratamento restringe-se a colírios lubrificantes e uso de soro fisiológico.

Viral – caracteriza-se por irritação mais intensa, com produção de secreção mucosa esbranquiçada normalmente atingindo 1 olho inicialmente e ser transmissível.
O tratamento é semelhante à alérgica , com soro gelado e colírios lubrificantes.

Bacteriana – neste tipo a irritação conjuntival é muito intensa, com produção de secreção amarelada (purulenta) em volume maior do que na viral e alérgica.
O tratamento é realizado com colírios à base de antibióticos, e soro fisiológico.

A conjuntivite, transmissível em 2 dos 3 tipos possíveis, deve normalmente ser diagnóstica por um médico e cuidados adicionais devem ser adotados para se evitar o contagio:
Lavar as mãos com frequência;
Evitar coçar os olhos;
Usar sempre toalhas e lenços individuais;
Óculos escuros ajudam a diminuir a irritação causada pela luz solar.

Se bem tratada os sintomas costumam regredir em 5 a 7 dias e a transmissibilidade diminui depois de 3 dias do início do quadro.
Fonte: Dr. Tércio A. A. Carvalho—CRM 51738

Publicado em: 11/05/20